23.6.09

Coluna invertebrada

Mais uma interessante posição sobre a cassação do diploma de jornalista para o exercício da profissão, medida tomada pelo STF na semana passada. Desta vez, trago para o debate dois pequenos textos do humorista Danilo Gentili.

4 comentários:

Marcelo de Freitas disse...

pessoal, muito se tem comentado, questionado, debatido na net e no twiter, pelo menos foi onde eu tive acesso a tanta informação, sobre o fim da exigencia do diploma, não quero formar opinião de ninguém, mas deixar esse blog como ponto de discussão. fiz um texto citando outros três, mais este do danilo gentili e mais este (http://www.digestivocultural.com/colunistas/coluna.asp?codigo=2835) que acho que vai ser de grande utilidade para os debates sobre o tema, que serão longos, por muito tempo ainda.

Pablo disse...

desculpa aí, mas a verdade é que só os jornalistas se importam com isso. (eu mesmo já me cansei do assunto...) não faz diferença alguma pra sociedade, e não acho que vá fazer muita mesmo.

(e pensando agora, eu bem que queria saber a opinião do Raslan. já imagino ele criando polêmica com os calouros, que devem estar revoltadíssimos com a notícia, enquanto ele não deve dar a mínima.)

Marcelo de Freitas disse...

também já to me cansando do assunto, mas, pelo menos onde eu estou, a sociedade está interessada. não concordo que não vá fazer mta diferença se pensarmos a longo prazo, a curto prazo não vai mesmo, mas se não perguntarmos tudo agora ficamos sem armas para a discusão a posteriori.
por exemplo, os concursos pra jornalistas abertos az partir de agora vão ser de nível médio ou superior? essa, entre outras, é uma dúvida que temos que esclarecer agora, se não, depois não há o que fazer, mesmo correndo o risco de o assunto ficar gasto, como já está. Concorda?

o raslan já disse a mim e ao kennedy, certa vez, que era a favor da não exigencia do diploma, mas também disse que se a gente falasse que essa era a posição dele ele desmentiria até a morte e nos processaria, kkkkkkkkkk
será que ele assumiu eszse lado ou tá se questionando ainda?

Pablo disse...

acredito que os jornais vão continuar valorizando curso superior, mas é bem provável que surjam técnicos e pós pra quem se formou em outra coisa.

mas não sei... talvez eu não veja tanta diferença porque não estou na área. tenho a impressão de que o jornalismo vai melhorar em geral, criando especialistas em nichos, como eu comentei no outro post, e só. posso estar errado.