5.11.07

CPMF não

ainda bem que nós, travesseiros, ainda não podemos abrir conta em banco

TRAVIS, O TRAVESSEIRO CONFIDENTE
Como o Marcelo, meu dono, disse a mim e a alguns amigos em debates políticos assas inteligentes, em determinados momentos poderemos precisar da ajuda de todos.

vejo isso perfeitamente, recortando meu objeto na discussão política. A esquerda, simplista, não aceita a direita e a direita, igualmente simplista, não aceita a esquerda.
Em determinados momentos um apenas ressalta o dito do outro, mas, por preconceito, lutam com diferentes armas e não chegam a resultado nenhum.
Um destes momentos em que todos, a ampla maioria, falam a mesma língua é visto na atual luta contra a CPMF (contribuição provisória sobre a movimentação financeira), em outras palavras, um sanguessuga fiscal que bebe uma pequena parte do seu dinheiro quando você faz o que for com ele.

Depositou, paga, sacou, paga, extrato, saldo, transferência... impreterivelmente você paga.
Este ano, algumas pessoas começaram a levantar a voz contra este tributo que não escolhe cor, credo, raça ou sexo, atinge a todos. Os empresários perderam a paciência e agora dizem que a luta é do povo. Utilizam do povo para resolver problemas seus, sempre foi assim.
Sidicatos de empresários pressionam o governo, e os bancários, e contam com ajuda da população, opinião pública, para rechaçar a tal contribuição provisória. Os bancários, é claro, querem que ela seja permanente.
Na semana passada, foi realizado no parque do Ibirapuera em São Paulo, um grande evento, gratuito, contra a CPMF. Organizado por grandes empresários e com participação de "artistas" como Zezé di camargo e Luciano, CPM 22 e outros.
Olha que lixo, isso tudo para convocar a população para a luta pelos seus direitos. Muito bem bolado, concordam? Como se alguem se preocupasse com isso.
Mas, como disse no início, por mais que saibamos dos reais interesses das elites, que, neste caso, se encontram com os da população, e isso é muito bem propagado, deve se render apoio a esta causa. O que todos fazem com o seu suado dinheirinho rende bons frutos a algum enternado que fez administração e hoje esta sentado numa cadeira acolchoada num escritório com ar condicionado tomando seu black lable e apenas olhando os números de sua conta corrente crescerem cada vez mais - olhando num programa especial, com senha, para não pagar CPMF.

Nenhum comentário: